Como franquear a minha empresa?

Quando um negócio de sucesso busca expandir as suas operações, a opção pelo franchising pode ser muito interessante e lucrativa. A franquia é, basicamente, replicar um negócio de sucesso por meio de investimento e administração de terceiros, denominados, franqueados.

Para franquear um negócio, o novo franqueador deve avaliar os seguintes pontos:

  • Lucratividade do negócio: o primeiro passo é saber se o negócio é lucrativo e se esse resultado financeiro pode ser alcançado nas futuras unidades franqueadas.
  • Suporte e know-how: é essencial saber se o conhecimento adquirido pela nova franqueadora, ao longo da sua existência, é o suficiente para capacitar, treinar e acompanhar os franqueados na operação do negócio.
  • Marca de sucesso: a franqueadora deve ter uma marca boa, que seja forte e exclusiva. Destaco também que a marca deve estar registrada ou em processo de registro junto ao INPI. Em um primeiro momento, a marca não precisa ser conhecida, mas deve ter um bom e ambicioso plano de crescimento.

Após a avaliação inicial, o novo franqueador tem que se preparar, legalmente, para pôr em prática o projeto de expansão. Essa segunda etapa é essencial para a segurança jurídica do negócio e é assim resumida:

  • Elaboração da COF (Circular de Oferta de Franquia): é o principal documento da franquia e deve apresentar ao interessado em adquirir uma unidade, informações claras e precisas quanto: atividades desempenhadas pela franqueadora e pelo franqueado, estimativa de faturamento mensal, estimativa de investimento total, obrigações que o franqueado terá que assumir durante a operação, dentre outras informações.
  • Contrato: o contrato de franquia, muitas vezes, repete diversas informações contidas na COF e serve, principalmente, para formalizar o acordo entre as partes, reiterando valores, prazos, obrigações e outras.
  • Projeção financeira: projeção contendo informações financeiras, simulação de cenários e custos e ganhos.

Os demais documentos (termos, manuais e etc) são feitos sob medida, diante a necessidade da franqueadora e do acordo realizado entre as partes.

Desta forma, concluo que se a empresa tem condições para se tornar uma franqueadora, não deve perder a oportunidade.

Quer saber mais sobre como franquear o seu negócio? Entre em contato conosco e saiba mais.

Voltar para o início

Siga nossas redes sociais

Últimos posts

Ceritificado de registro de marca

Certificado de registro de marca

Ler Mais
CERTIFICADO DE REGISTRO DE MARCA

Registro de marca em Uberlândia

Ler Mais
registro de marca em recife

Registro de marca em Recife

Ler Mais
Registro de marca

Registro de marca e o sucesso da empresa

Ler Mais

Registro de marcas para franquias

Ler Mais